quinta-feira, 19 de abril de 2012

MULHER VIRTUOSA QUEM A ACHARÁ?


MULHER VIRTUOSA QUEM A ACHARÁ?

“Aquele que encontra uma esposa, acha o bem, e alcança a benevolência do SENHOR”. (Prov. 18:22)


Considerando todo o livro de Provérbios, com suas inúmeras advertências contra a mulher vil, louca, briguenta, irritadiça e odiosa, com certeza a esposa mencionada em Provérbios 18:22 não é uma qualquer, mas aquela que, por causa do seu caráter, pode ser considerada uma bênção proveniente do bondoso Deus.


O conhecidíssimo versículo de
Provérbios 31:10-12 Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.
O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo.
Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.
é freqüentemente citado como se a pergunta feita demandasse uma resposta negativa. Nem toda pergunta retórica requer uma resposta negativa ( “ninguém!”ou “não!”), sendo que o versículo de Lucas 18:8Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?Esta claro que os Cristãos não devem ficar cansados enquanto esperam pelo Senhor, mas devem perseverar na Fé, pois Deus fará justiça contra o nosso inimigo, por ocasião da sua vinda.

Podemos provar que a pergunta de Provérbios 31:10 não requer uma resposta negativa, a saber, “ninguém”, tanto analisando o versículo em si, como o capítulo 31 e o livro de Provérbios como um todo.

Ora, se ninguém pode encontrar uma mulher virtuosa, então é irrelevante o restante do versículo, pois não podemos atribuir valor a algo que não existe, o que o versículo faz: “O seu valor muito excede ao de rubis”.

“O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo”. (Pv. 31:11)

“Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida”. (Pv. 31:12)


Nesse versículo temos uma descrição adicional da mulher, ou seja, emcomo se manifesta a sua virtuosidade.


“Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva”. (
Pv. 31:28)

Agora, descobrimos que a mulher virtuosa não é alvo de elogios procedentes apenas do marido, mas dos seus filhos também.
“Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada”. (
Pv. 31:30)

Aqui, somos lembrados que a mulher que é louvada no v. 28, o é apenas porque teme ao Senhor, demonstrando isso na forma como conduz o seu lar, relaciona-se com seu marido e cuida dos seus filhos.


E agora o livro de Provérbios como um todo: “A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que o envergonha é como podridão nos seus ossos” (
Pv. 12:4).


Aqui não somente vemos que deveras alguns maridos possuem a bênção de ter uma mulher virtuosa, mas é intensificado o contraste entre os dois tipos de mulheres, pois a ausência de uma mulher virtuosa não é mera ausência de bênçãos, mas presença certa de desgraças, tristezas e tribulações.

Em Provérbios. 14:1, nos diz: “Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos”.
O versículo não somente reconhece a existência de mulheres virtuosas, sábias, mas também declara-nos que, em certa medida, a edificação de uma casa depende dela.

Seu marido e filhos precisam do seu amor, apoio, carinho, paciência, abnegação e temperança, e muitos problemas podem ser resolvidos com a sua intervenção sábia e oportuna.

Por outro lado, a mulher tola não somente deixa de edificar, mas derruba, com as próprias mãos, a sua casa, não sabendo desempenhar, ou nem mesmo desempenhando os papéis de esposa e mãe.

Quero louvar ao meu bom Deus, por sua infinita benevolência e misericórdia imerecida, por ter me agraciado com a Lucia Maria, uma mulher virtuosa, que apesar de não ser perfeita, pois isso está reservado para o nosso futuro (1Co. 15:54) E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.
tem edificado a nossa casa para a glória de Deus.

E, louvado seja o nosso Deus, isso está ao alcance de todos nós, pois o Deus que “odeia o divórcio” (Malaquias 2:16) é o Deus para quem“tudo é possível” (Mt. 19:26),
e é “do SENHOR que vem a esposa prudente” (
Pv. 19:14). A casa e os bens são herança dos pais; porém do SENHOR vem a esposa prudente. Provérbios 19:14

Feliz o homem que Deus lhe dá uma mulher que teme a Deus. É uma benção proveniente do bondoso Deus.

Texto selecionado

Irmãos em Rio Grande, RS.

Se vc foi edificado, por favor, encaminhe para um amigo.

Deus te abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário