quarta-feira, 6 de junho de 2012

Guerra Espiritual Vitoriosa




Guerra Espiritual Vitoriosa

EQUIPADOS PARA A BATALHA

O Poder Divino
Quando  compreendemos o conflito eterno e sabemos da nossa autoridade e das armas poderosas, estamos equipados para uma poderosa, vitoriosa, e triunfante guerra.
Paulo escreveu:
2 Coríntios 10:4 “As armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus, para destruição das fortalezas”.
Muitas vezes  tentamos entrar nesta guerra espiritual sem esta revelação. Ainda não compreendemos  a autoridade que temos por sermos  quem somos  em Jesus.
Para nós , a guerra espiritual tornou-se uma constante e intensa luta com um poderoso inimigo.
Nos Tornamos  ocupados demais com o diabo e os seus demônios. E Quanto mais a nossa atenção está centralizada no diabo e nos demônios, maiores, mais significativos, e mais poderosos eles parecem.

Inimigo Derrotado
O profeta Isaías escreveu sobre o futuro de Satanás. Ele deu-nos uma figura muito distinta do seu destino.
Isaías 14:15-17 “Mas serás levado à cova, ao mais profundo do abismo. Os que te virem te contemplaram,  considerar-te-ão, e dirão:é este o homem que fazia estremecer a terra, e que fazia tremer os reinos? Que punha o mundo como um deserto, e assolava as suas cidades? Que a seus cativos não deixava voltar para casa? “
As pessoas se espantarão diante deste ser chamado Satanás que é um desesperado, derrotado e humilhado. Elas olharão com surpresa para esse que julgavam ser tão poderoso e grande.
Vê-lo-ão covarde e em desgraça. Eles perguntarão, “é este o tal...?” “É este o tal de quem as pessoas fizeram tanto caso?”
Eles se espantarão diante deste que foi reduzido a nada. Eles olharão para ele com escárnio. Eles o verão em completa derrota.
Quando temos a revelação de quem somos em Jesus, não mais nos preocupamos com o diabo.
Estamos continuamente ocupados com Jesus!
O diabo é um ser derrotado. O seu poder foi destruído. Jesus fez dele um grande “DERROTADO”. Ele foi desarmado, incapacitado e posto em vergonha pública.

Reduzido a Nada
Hebreus 2:14b “Ele ( Ele mesmo ) de maneira semelhante participou da mesma ( natureza), que pela ( através da ) morte Ele pudesse esmagar e tornar ineficaz(REDUZIDO A  NADA)aquele que tinha o poder da morte, que é, o diabo”.

Não estamos em desvantagem quando lidamos com o diabo e os seus demônios. 
Foi-nos dado poder sobre toda a força
do inimigo.
Ao entrarmos em guerra, devemos partir da posição da confiante certeza e fé de que vamos ganhar. Devemos entrar em guerra espiritual a partir da posição do conhecimento de quem somos em Jesus.
 Não devemos planejar uma luta intensa com um poderoso inimigo. Devemos, em vez disso, olharmos previamente para a vitória extraordinária e feliz enquanto demonstramos o fato de que o diabo já está derrotado.

   Quando entendemos que:
1º O diabo não é “nenhum papão”.
2º Jesus é quem é “De Temer!”
3º Podemos fazer todas as coisas através d’Ele!
Recebemos grande libertação do medo.
Filipenses 4:13 “Posso todas as coisas naquele que me fortalece”.

PASSOS PARA A VITÓRIA

O poder e a autoridade do crente não é um“brinquedo” para realizar os nossos desejos egoístas. 
Devemos estar em completa harmonia com a vontade de Deus.
Confissão dos Pecados
Se queremos ser vitoriosos na nossa guerra espiritual, devemos arrepender-nos primeiro, confessar os nossos pecados a Deus e receber o Seu perdão.
O apóstolo João disse-nos como fazer isto.
1 João 1:9 “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”. 

Entrega
Devemos render as nossas vidas, cem por cento, ao Senhor Jesus como Senhor das nossas vidas.
Romanos 12:1,2 “Portanto, rogo-vos, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos  como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.

Separação do Mundo
Devemos separar-nos a nós mesmos do envolvimento com os cuidados do mundo.
2 Timóteo 2:4 “Nenhum soldado em serviço se embaraça com negócio desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra”.

Deixando de Lado os Nossos Desejos
Devemos deixar de lado os nossos desejos e ser guiados pelo Espírito de Deus. Nós, como Jesus, devemos dizer, “Eu só faço o que vejo o meu Pai fazer.”
João 5:19 “Jesus respondeu-lhes: em verdade, em verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, Ele só pode fazer o que vê o Pai fazendo, porque tudo  o que o Pai faz, o Filho faz igualmente”. 
Deus deu a cada crente certas dimensões de autoridade sobre:
1º Os seus casamentos, filhos e famílias.
2º O local onde residem — vizinhos, cidades, nações.
3º Aonde são enviados para ministrar.
Muitas vezes não somos libertos nos nossos espíritos para entrarmos em guerra espiritual sobre uma fortaleza do diabo numa área fora daquela para a qual Deus nos deu autoridade.
 Deus quer que nós crentes permaneçamos nessa área até aprendermos a sua autoridade e derrubarmos as fortalezas.

Tenha uma Atitude de Amor
Como soldados, homens e mulheres de fé no exército de Deus, não devemos tornar-nos arrogantes e duros nas nossas atitudes para com as outras pessoas.
Filemon 1:4,5 “Dou graças ao meu Deus, lembrando-me sempre de ti nas minhas orações. Porque ouvi falar do amor e da féque tens para com o Senhor Jesus e para com todos os santos”. 
Devemos ser duros sobre os demônios, mas devemos continuar a andar em amor em relação às outras pessoas.
Nós odiamos o diabo, mas amamos as pessoas.
Devemos sempre lembrar-nos que a nossa autoridade como crentes não é ter domínio sobre outras pessoas, mas ter domínio sobre o diabo e os demônios. 
Ao andarmos em amor para com Deus e as outras pessoas, não devemos estar a pensar continuamente na guerra contra o diabo.

Sem Comprometimentos
Ao entrarmos num relacionamento chegado com Deus — sem a mistura doutros compromissos, pecado e mundanismo nas nossas vidas — Deus nos avisará das estratégias de Satanás para nos derrotar, pela operações do dom espiritual de discernir os espíritos.
Quanto mais perto estamos de Deus, mais apercebidos estaremos da presença do diabo, do engano, dos compromissos e misturas quando vierem.
Devemos manter os nossos olhos em Jesus. Se Satanás ou os demônios se intrometerem no caminho — lide com eles, resista-lhes, expulse-os — derrube os pensamentos e as imaginações que não são de Deus. Devemos depois pôr os nossos olhos de novo em Jesus louvando-O pela vitória.
2 Coríntios 2:14 “Mas graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar o cheiro do seu conhecimento”.

Não Há Especialistas Espirituais
No reino de Deus, não é o Seu plano que a guerra espiritual e a libertação sejam realizados por outros que são chamados  a casa, ou ir a, um especialista ou “expulsador de demônios poderoso”.
Em vez disso, tal como o apóstolo Tiago escreveu, todo o crente deve resistir ao diabo.
Tiago 4:7 “Sujeitai-vos, pois, a Deus. Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”.

A ARMADURA DE DEUS
Deus providenciou para nós uma armadura para travarmos a batalha em que estamos envolvidos. O apóstolo Paulo não escreveu que devíamos vestir a nossa armadura, ele disse que devíamos vestir a armadura de Deus.
Quando os guerreiros dos tempos medievais vestiam as suas armaduras, e os seus escudos e deixavam cair os visores sobre as suas faces, pareciam serem poderosos, musculosos e perigosos guerreiros para com o inimigo.
Apesar das falhas nas suas armaduras eles pareciam ser guerreiros poderosos.
Quando vestimos a armadura de Deus, nós parecemo-nos como sendo o próprio Deus para o diabo. 
Então tudo o que precisamos fazer para ganhar a batalha é falar como Deus, andar como Deus, e agir como Deus!

O Nosso Poder
Devemos operar na poderosa força de Deus. Não devemos ir para a batalha na nossa própria força.
Efésios 6:10,11 “No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder”. 

A Nossa Luta
v.12  “Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra os principados, contra potestades, contra os poderes deste mundo
tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes”.
Paulo lembra-nos que a nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra os principados, potestades e hostes espirituais da maldade.
A nossa luta não está confinada ao mundo natural, mas situa-se no mundo espiritual.

A Nossa Armadura
1º O Cinto da Verdade.
2º A Couraça da Justiça.
3º O Pés Calçados com o Evangelho.
vs.13-15 “Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos  lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça, e calçados os pés na preparação do evangelho da paz” .
Paulo repetiu a palavra “permanecer três vezes.
Primeiro ele disse que quando chegar  o dia do diabo, que devemos permanecer firmes no nosso terreno.
Depois disse, que depois de termos feito tudo, devemos permanecer firmes.
Finalmente, ele disse, permanecei pois firmes tendo vestida a couraça da justiça, e os pés calçados com a preparação do evangelho da paz.
A verdade é a Palavra de Deus. Para ela ser uma proteção para nós, devemos saber o que ela diz.
Nossa couraça da justiça é a justiça de Deus. Não nos é requerido sermos perfeitos, mas é-nos requerido não termos pecados conhecidos nas nossas vidas para que esta couraça esteja vestida.
Os nossos pés devem estar calçados com a preparação do evangelho da paz. A preparação é a nossa parte e isso faz-se Meditando na Palavra de Deus.
Paulo escreveu a Timóteo:
2 Timóteo 2:15 “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar,  que maneja( ou seja manejado) bem a palavra da verdade”. 
1º O Escudo da Fé.
2º O Capacete da salvação.
3º A Espada do Espírito.
Efésios 6:16,17 “Tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do  Espírito, que é a palavra de Deus. 
Devemos usar o escudo da fé para apagar todos os dardos inflamados do diabo. Os dardos inflamados são pensamentos, tentações, doenças e outras estratégias que Satanás nos lança. 
Devemos apagar esses dardos inflamadosatravés da fé em Deus e da fé na Sua Palavra.
O capacete da salvação é posto quando recebemos a salvação. Esta é uma salvação que não apenas estabelece o nosso destino eterno, mas que nos restaura a tudo para o qual fomos criados ao sermos criados á imagem de Deus.
O capacete da salvação também permite-nos renovar as nossas mentes para a completa revelação da nossa salvação.
Romanos 12:2a “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai vos pela renovação da vossa mente...”
Este renovar da mente vem através da lavagem das nossas mentes com a “água” viva da Palavra de Deus quando a
lemos, estudamos e meditamos nela.
Efésios 5:26 “Para a santificar,  purificando-a com a lavagem da água, pela palavra.” 

A Espada do Espírito
Foi-nos dada uma arma ofensiva, a espada do Espírito que é a Palavra de Deus. Paulo diz-nos mais sobre a espada do Espírito na Carta aos Hebreus.
Hebreus 4:12 “Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”. 
A Palavra de Deus é o nosso cinto da verdade, a cobertura para os nossos pés e a nossa espada! Pode haver alguma dúvida quanto á importância de estudarmos e meditarmos na Palavra de Deus ?

Oração Vitoriosa
Depois de termos fé e estarmos vestidos com a armadura de Deus, devemos orar em Espírito em todas as ocasiões.
Efésios 6:18  “E orai em todo o tempo com toda a oração e suplica no Espírito. Vigiai nisto com toda a  perseverança e suplica por todos os santos”. 
Ao continuarmos a orar em fé por todos os santos, usando a nossa autoridade restaurada, veremos as fortalezas de Satanás cair. Tornar-nos-emos valentes na batalha e desenraizaremos as forças de Satanás.
Hebreus 11:33,34  “Os quais pela fé  venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam a boca de leões apagaram a força do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram forças, tornaram-se poderosos na guerra, puseram em fuga exércitos estrangeiros”.

EQUIPADOS PARA A OBRA DO MINISTÉRIO
Jesus disse para irmos a todo o mundo e pregarmos as boas novas. 
Marcos 16:15  “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura”.
Isaías falou dos que anunciam as boas novas.
Isaías 52:7  “Quão formosos são sobre os montes os pés do que anuncia boas novas, que proclama a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina!”
Paulo diz-nos que somos mais do que vencedores, que nada nos pode separar do amor de Deus.
Romanos 8:37-39 “ Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Pois estou certo de que, nem a morte, nem anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor”. 
Jesus disse-nos que desde os tempos de João Baptista até agora, o reino de Deus avança (tomado) pela força.
Mateus 11:12  “Desde os dias de João Baptista até agora, faz-se violência ao reino dos céus, e pela força apoderam-se dele”. 
Paulo diz-nos que a força é a fé!
Hebreus 11:33 “Os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam a boca de leões”.  

Conclusão do Compartilhar:
A obra do Senhor  Jesus está completa!
Ele venceu Satanás e tomou de volta tudo o que Satanás roubou de Adão e Eva.
Ele restaurou a autoridade nesta terra  e remiu a humanidade,e todo que nele Crê   são a Sua Igreja — O Seu poderoso exército!

Agora é conosco!
Somos nós que devemos levar a mensagem desta grande salvação ao mundo.
Devemos esforçadamente fazer avançar o reino de Deus.
Devemos fazer dos inimigos de Jesus o estrado dos Seus pés.
Devemos andar em autoridade nesta terra, hoje!

Encerramos estes dias de comunhão, sobre este importantíssimo assunto(A AUTORIDADE DO CRENTE) para a vida vitoriosa das igrejas com Versículos Para Encorajar e Fortalecer a nossa FÉ.

Efésios 6:1  “Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra os principados,contra potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões Celestes”. 

I-Pedro 5:8-9  “Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o diabo, anda em derredor, rugindo como leão, buscando a quem possa tragar. Resisti-lhe, firmes na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo”. 

João10:10  “O ladrão(satanás) só vem para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância”.

Génesis1:26  “Então disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra, e sobre todos os répteis que se arrastam sobre a terra”. 

Génesis 3:15  “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e o seu descendente; este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” . 

Hebreus 2:14  “Portanto, visto como os filhos são participantes comuns de carne e sangue, também ele semelhantemente participou das mesmas coisas, para que pela mortederrotasse aquele que tinha o poder da morte, isto é, o Diabo;”

I-João 3:8  “Quem comete pecado é do diabo, porque o diabo peca desde o principio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: paradestruir as obras do diabo.”
Colossenses 2:15  “E, tendo despojado os principados e as potestades, os expôs publicamente ao desprezo, e deles triunfou na cruz”. 

Apocalipse1:18  “Eu sou o que vivo; fui morto, mas estou vivo para todo o sempre! E tenho aschaves da morte e do inferno. 

Efésios 1:22-23  “E sujeitou todas as coisas debaixo dos seus pés , e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja. Que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche tudo em todos”. 

Colossenses 1:13  “E que nos tirou do poder das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor, em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados”. 
Romanos 16:20  “E o Deus da paz esmagará em breve a Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus seja convosco. Amém”.

Lucas 10:19  Eu vos dei autoridade para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum”.
Mateus 16:18-19  “E também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei aminha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do reino dos céus; tudo o que ligares na terra será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus”.

Apocalipse 12:11  Eles o venceram (satanás) pelo sangue do Cordeiro e pela Palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte”. 

I-João 2:13,14  “Pais, eu vos escrevo, porque conhecestes  aquele que é desde o princípio. Jovens, eu vos escrevo, porque vencestes o maligno eu vos escrevi, meninos, porque conhecestes o Pai. Eu vos escrevi, Pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno. 

Filipenses 2:9,10,11  “Pelo que Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai”.

QUANDO APRENDEMOS PELA FÉ  COMO EXPRESSAR A AUTORIDADE DO CRENTE NESTA TERRA, CONFORME A PROVISÃO DE DEUS EM CRISTO JESUS, PARAMOS DE PERDER E COMEÇAMOS  GANHAR.

Se vc foi edificado, por favor encaminhe este email para um amigo.
Deus te abençoe, em nome do Senhor Jesus. Amém.

Irmãos  em Rio Grande, RS.

3 comentários:

  1. Caro irmão em Cristo.

    Está escrito que a “casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo”, é “a coluna e esteio da verdade” (I Timóteo 3: 15). A coluna serve para sustentar o teto. Então, o “teto” da “casa de Deus” é a verdade. Uma casa sem teto não é uma casa. Assim também a “casa de Deus” sem o seu “teto”: a verdadeira interpretação dos diversos assuntos que existem na Palavra de Deus, não é a “casa de Deus”. Se não sabemos, por exemplo, o que representam “Jezabel”, “Balaão”, e os “nicolaitas”, não conhecemos a verdade, e consequentemente, não temos ainda a “casa de Deus”, senão somente mais uma das “sete igrejas que estão na Ásia” (Apocalipse 1: 11).
    Observe este detalhe: as “sete igrejas” estão “na Ásia”, isto é, não estão na “Jerusalém celestial” (Hebreus 12: 22 e 23). Elas não são a “noiva” de Cristo, a verdadeira igreja ou “casa de Deus”, pois, esta foi julgada (I Pedro 4: 17) em 70 d.C., quando se cumpriu a profecia de Zacarias 11.
    A boa notícia é que chegamos no tempo da reconstrução desta “casa de Deus”, que é o “tabernáculo de Davi que está caído” (Atos 15: 16), o qual será levantado pelo Espírito quando nascer, no "remanescente" (Romanos 11: 5)que será salvo da Grande Tribulação pelo arrebatamento, o “filho varão” da “mulher” (Apocalipse 12: 1) que representa a “Jerusalém que é de cima” (Gálatas 4: 26), isto é, quando este “remanescente” for ungido com o “pleno conhecimento da verdade” (Tito 1: 1).
    Preciso lhe dizer uma verdade:
    . O “ensino” de “Jezabel, mulher que se diz profetisa” (Apocalipse 2: 20), representa o do Pentecostalismo. Segundo essa doutrina, os dons espirituais e os ministérios de apóstolos, profetas, evangelistas, pastores (os não presbíteros, como Tiago, irmão do Senhor, que foi pastor da igreja em Jerusalém com autoridade sobre os presbíteros) e doutores, ainda são dados pelo Espírito, o que contraria a Palavra de Deus que diz: “Havendo profecias, cessarão; havendo línguas, desaparecerão; havendo ciência (o dom da “palavra da ciência” de I Coríntios 12: 8), passará” (I Coríntios 13: 8). Observe o tempo do verbo do versículo que diz: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores” (Efésios 4: 11). Está no passado, ou seja, Ele não dá mais! Atualmente, temos apenas os dons naturais, como o da oratória, e os ministérios de pastores “presbíteros” e de diáconos (OBS: O que os pentecostais chamam de “línguas estranhas” são palavras sem sentido algum, até mesmo para os anjos).
    Gostaria de receber um comentário seu sobre o que lhe escrevi, através do meu e-mail: jneynogueira@gmail.com, ou do meu site: O RENOVO, junianeynogueira.blogspot.com .

    Paz do Senhor!
    Júnia.

    ResponderExcluir
  2. Preciso lhe dizer mais duas verdades:
    . A “doutrina dos nicolaitas” (Apocalipse 2: 15) é a daqueles que, como “Nicolau, prosélito de Antioquia” (Atos 6: 5), que era um gentio convertido ao judaísmo, ensinam que é necessário cumprir algumas das leis da antiga aliança, como guardar os sábados, dar o dízimo para o sustento dos “sacerdotes”, isto é, dos líderes das igrejas, e fazer jejum [OBS: Os apóstolos faziam jejum porque eram judeus. O que Jesus falou em Mateus 6: 16 não é uma ordem para se fazer jejum, mas sim, para que aqueles que tinham o hábito de fazê-lo não o fizessem para impressionar as pessoas. O versículo de Mateus 17: 21 não existe em alguns dos manuscritos mais antigos, nem a parte final daquele que diz: “Respondeu-lhes: Esta casta só pode sair por meio de oração [e jejum]” (Marcos 9: 29). Essas palavras devem ter sido acrescentadas, justamente, por cristãos “nicolaitas”, copistas dos livros do Novo Testamento, que preferiram ficar com o “vinho velho” da antiga aliança, ao invés do “novo” (Lucas 5: 39) da Nova Aliança].
    . O evangelho já “foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu” (Colossenses 1: 23), por aqueles que, revestidos do poder do Espírito Santo que os fazia falar na “própria língua nativa” (Atos 2: 8) de cada povo, puderam testemunhar a ressurreição de Jesus até nos “confins do mundo” (Romanos 10: 18), porque eram transladados miraculosamente de uma parte a outra do planeta, como aconteceu com Filipe, o evangelista (Atos 8: 39 e 40). O “fim” ao qual Jesus se referiu quando disse: “E este evangelho do reino será pregado em todo mundo, em testemunho a todas as nações. Então virá o fim” (Mateus 24: 14), não era o “fim dos tempos” (Mateus 24: 3), e sim, o fim do templo de Jerusalém, destruído em 70 d.C.. O ter sido pregado a toda criatura significa que foi feito acessível a toda criatura, embora nem toda criatura tenha tido acesso a ele. É como o proclama de casamento: uma vez anunciado, ninguém pode dizer que não sabia. Portanto, não precisamos gastar as nossas ofertas com supostos “evangelistas” itinerantes, senão somente com o auxílio aos necessitados e enfermos [OBS: A prova de que o evangelho chegou ao mundo inteiro, até no Brasil, ainda naquela época, são as histórias que os indígenas contaram aos missionários jesuítas sobre um homem branco e barbado, chamado Sumé, vindo do leste pelo mar, com poderes sobrenaturais, que lhes ensinou sobre um Deus Pai e um Deus Filho, e pregava contra o canibalismo e a poligamia, o qual os jesuítas logo identificaram como sendo o apóstolo Tomé, não só pela similaridade com o nome, mas também porque este era conhecido, na tradição católica, como o “Apóstolo das Índias”. Pesquise na Internet sobre: “O Mito de Sumé”].

    Paz do Senhor!
    Júnia.

    ResponderExcluir
  3. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se ainda nâo segue pode fazê-lo
    agora, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    Que a Paz de Jesus esteja no seu coraçâo e no seu lar.

    ResponderExcluir